Surfers Paradise na Austrália: Apesar do nome, não é o paraíso dos surfistas. O bairro de Gold Coast é o principal pólo turístico local. Aos finais de semana fica abarrotada de jovens nas ruas, que lotam danceterias e bares em busca de diversão. Os australianos que estão nos últimos anos do colégio ou nos primeiros da faculdade – e são maiores de idade, pois na Austrália é vetado o consumo de álcool ou entrada em casas noturnas a menores de 18 anos – costumam encher ônibus de passeio aos finais de semana para festejar com as turmas no local. Surfers até tem praia, mas não é bem seu forte – especialmente para os surfistas, por se tratar de mar aberto.

Considerada a Miami australiana, Surfers é agitada de dia e à noite. Uma das regras que mais incomoda os brasileiros na Austrália é a proibição do consumo de bebida alcoólica na rua. Surfers faz parte do país, mas, ali, logo nota-se que a lei é um pouco mais flexível. Quem vive algum tempo na Austrália acaba desacostumando-se a ver garrafas circulando livremente entre as mãos e as bocas de pedestres. Isso é uma das coisas que mais chama a atenção daqueles que vão à Surfers desabituados a tal cena. Até mesmo na areia há pessoas bebendo e fumando, algo impensável – e, diga-se de passagem, ilegal e passível de multa – na terra dos cangurus.

Néon, música alta, muito agito e gritaria. O comércio local é amplo, com shoppings centers e lojas de marcas internacionais. Cassinos e prédios altos disputam os olhares. A única regra parece mesmo ser chamar a atenção. E não é só as edificações que participam da competição. As pessoas participam também. Os australianos gostam de dizer que Surfers é o paraíso da exibição de cirurgias plásticas e do uso de pouca roupa. Os brasileiros acham graça a ostentação.

Os hotéis, pousadas e hostels também disputam. Basta consultar qualquer site de acomodações para perceber que há valores para todo tipo de bolso. Um dos pontos positivos dessa concorrência saudável é que as hospedagens oferecem serviço gratuito de transfer aos clientes até o aeroporto ou a rodoviária (eles buscam também!). Para os desavisados que desconhecem a facilidade também não há grandes problemas: há centrais turísticas espalhadas pelo local, especialmente nos pontos de chegada, onde alguma pessoa simpática logo aparece para oferecer ajudar e telefona para a acomodação buscá-lo.

Surfers é um dos locais que menos se parece com a ideia estereotipada de Austrália. Os mais velhos, especialmente os que residem pelas cercanias, costumar reclamar um pouco da barulheira. É o tipo de lugar ideal para passar um final de semana ou para aqueles que gostam de ver turistas circulando a todo o momento. Talvez desagrade os que procuram um pouco de paz e preferem acordar cedo para ir à praia a passar a noite na balada. O espaço na areia, entretanto, também acaba um pouco prejudicado pelo tumulto: os prédio altos à beira mar fazem sombra durante parte do dia, o que força os banhistas a se movimentarem insistentemente em busca dos raios de sol.

Ainda dá tempo de programar a sua viagem dos sonhos. CLIQUE AQUI e realize seu orçamento online, temos condições imperdíveis para você.

 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Share on linkedin
1