Opção para quem quer viver em um lugar quente na Austrália fugindo dos altos preços de Sydney e da dificuldade de arrumar trabalho na Gold Coast. Brisbane é a capital do estado de Queensland e a terceira maior cidade do país. Com ares de vilarejo – já que passa a impressão de que todas as pessoas se conhecem, pois cumprimentam-se sem parar -, é considerada a maior área urbana da Austrália em território (possui 5.904 km²), mas tem apenas a terceira maior população (perde, obviamente, para Sydney e Melbourne). A cidade propriamente dita abriga 980 mil pessoas, enquanto que a Região Metropolitana soma 1,8 milhão.

Brisbane é cortada por um rio homônimo, que é navegável em toda sua extensão até mar aberto. O rio Brisbane desemboca no Oceano Pacífico. A cidade começou a ser erguida nos arreadores da foz desse rio a partir de 1825, data em que foi fundada pelos britânicos. Apesar da proximidade com a costa, Brisbane não está propriamente no litoral. O conglomerado da cidade fica a cerca de 20 quilômetros da beira mar. A proximidade com a Gold Coast e Sunshine Coast, entretanto, garante a praia dos habitantes. Ambos locais ficam a cerca de uma hora de distância de Brisbane (com opções para chegar lá de carro ou trem), podendo ser visitados em uma bate-e-volta.

A falta de praia é compensada por uma estrutura artificial construída em Southbank, um dos bairros às margens do rio. Várias piscinas imensas com areia à beira reproduzem com fidelidade o maior cartão postal da Austrália: a praia. Nos finais de semana, o local fica abarrotado. Há vestiários para trocar de roupa e tomar banho após um mergulho. Como de praxe na Austrália, há salva-vidas no entorno da piscina e não se pode consumir bebidas alcoólicas por ali. Além da praia artificial, Southbank possui inúmeros restaurantes e bares que atraem movimento para o local nos finais de semana. Há ainda museus, faculdades e lojinhas por ali. Um dos pontos turísticos mais famosos e visitados da cidade, a roda-gigante, também fica em Southbank.

Em Brisbane faz calor praticamente o ano inteiro. Nos últimos dez anos, a menor temperatura registrada na cidade ocorreu no mês de julho. Fez 3°C naquele dia. Apesar disso, a temperatura mínima média anual não cai além dos 16°C. No verão, os termômetros podem marcar 41°C. O estado de Queensland é um dos mais úmidos da Austrália, portanto, em um dia de calor no verão, apesar do que mostram os termômetros, a sensação térmica pode ser bem mais elevada.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Share on linkedin
1