Como tirar seu passaporte – conforme o site da Polícia Federal, para solicitar passaporte brasileiro os documentos necessários são:

· documento de identidade;
· título de eleitor;
· CPF;
· comprovante de quitação do serviço militar obrigatório para o sexo masculino;
· comprovante bancário de pagamento da GRU – Guia de recolhimento da união.

De posse dos quatro primeiros itens da documentação acima, é preciso preencher um formulário no site da Polícia Federal, que gerará o boleto para o pagamento da GRU. Após o pagamento desta, deve-se agendar um horário para apresentação da documentação completa e original. O prazo para obtenção do passaporte será informado e o requerente deve buscá-lo pessoalmente.
As informações detalhadas sobre a documentação e casos especiais como passaporte de emergência ou para menores de 18 anos, bem como o formulário para gerar a GRU, podem ser encontradas no site da Polícia Federal: https://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte/

Visto para Austrália

O visto é a permissão para ficar em um países estrangeiro por um tempo determinado. No caso da Austrália, o visto deve ser sempre solicitado antes da viagem de preferência deve-se dar entrada no pedido de visto junto à embaixada ao menos 40 dias antes da viagem ou, para visto de estudante, 14 semanas antes da viagem. Há diferentes tipos de visto para diferentes atividades e os mais comuns são o visto de turista, de negócios e de estudante. Para quem fica até 12 semanas em atividades que envolvam turismo,
férias, visitas e cursos com duração menor que 3 meses, deve-se pedir o visto de turista. O visto de turista pode ser solicitado pela internet, junto ao site da imigração (linkado abaixo) e pode exigir documentos como:

· itinerário da viagem;
· comprovação do curso a ser frequentado na Austrália;
· carta-convite de amigo ou familiar;
· documentos que comprovem a existência de recursos financeiros suficientes para o pagamento de passagens aéreas e de despesas com manutenção, durante a viagem, como alimentação e acomodação;
· exame médico junto a instituições cadastradas para maiores de 75 anos.

Para quem fica até 12 semanas em atividades que envolvam negócios e  trabalho, deve-se requisitar o visto de trabalho ou de negócios. É importante que a atividade profissional neste período não seja remunerada por parte da instituição australiana que recebe o viajante. Os seguintes documentos podem ser solicitados:

· exame médico junto a instituições credenciadas;
· itinerário da viagem;
· carta da instituição australiana em caso de reuniões ou conferências;
· declaração em que conste o cargo e o tempo de serviço, emitida pelo empregador;
· documentos que comprovem a existência de recursos financeiros suficientes para o pagamento de passagens aéreas e de despesas com manutenção, durante a viagem, como alimentação e acomodação.

O visto de estudante só é aplicado para períodos de, no mínimo, 14 semanas, e se destina a 1) cursos de ensino regular (ensino básico e médio) para intercambistas; cursos de graduação; cursos de pós-graduação; e 2) cursos de idiomas e cursos técnicos. Nos dois casos os cursos devem ter duração maior que 3 meses e meio e e as instituições devem estar cadastradas no CRICOS (Commonwealth Register of Institutions and Courses for Overseas Students), que regulamenta a oferta de cursos para estudantes estrangeiros na
Austrália.

Para o visto de estudante podem ser solicitados:
· documentos referentes à matrícula e estudo: confirmação de matrícula (CoE – Confirmation of Enrolment); cópias autenticadas do histórico escolar; comprovante de matrícula ou de trancamento da instituição educacional no Brasil;
· documentos referentes à saúde: seguro-saúde obrigatório com vigência para todo o período da viagem; exame médico junto a instituições credenciadas;
· documentos que comprovem a existência de recursos financeiros suficientes para o pagamento de passagens aéreas e de despesas com manutenção, durante a viagem, como alimentação e acomodação.

A apresentação destas documentações pode variar, mas em todos os casos são obrigatórios o passaporte e o pagamento do visto. Também é importante a vacinação contra febre amarela antes de entrar em território australiano. A embaixada recomenda ainda que as passagens não sejam compradas antes de o visto ser concedido. Viajantes com dependentes devem estar atentos às exigências específicas para dependentes menores de idade. Saiba mais na página oficial da Embaixada Australiana (em português):
https://www.brazil.embassy.gov.au/brasportuguese/home.html e na página da Imigração https://www.immi.gov.au/

Se você está planejamento em fazer um intercâmbio para Austrália e tem poucas informações, não deixe de falar com um de nossos consultores clicando aqui.

Leia mais também: 
– Work and Holiday visa na Austrália
– 5 opções de acomodação na Austrália
– Cidades australianas estão entre as mais seguras do mundo
– Saiba quanto custa morar na Austrália
– Qual o momento certo para viagem de intercâmbio

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Share on linkedin
1